Páginas

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

A CAPELA DE SÃO FRANCISCO DAS CHAGAS










A CAPELA DE SÃO FRANCISCO DAS CHAGAS,
    um pouco de sua história
Antonio Nogueira da Nóbrega

  
 A Capela de São Francisco das Chagas foi construída no início da década de 1940, no local do antigo  Cemitério Público Jerusalém. Localiza-se o templo dentro de um pomar, com frondosas árvores e roseiras, sendo protegido por um muro baixo, com pilares atarracados e balaústres. Em 1941, tem início a sua construção, mas a morte do Padre Joaquim Cirilo da Sá, seu idealizador, ocorrida a 13 de novembro do mesmo ano, acarreta a paralisação da obra, que só foi reiniciada dois anos depois. Entretanto, a generosidade da comunidade – associando-se à iniciativa do falecido sacerdote – através de doações e esmolas, foi o que possibilitou a conclusão do templo no ano de 1944. Por volta dos anos 50, a capela passou por  reformas, tendo sido ampliada para atender à crescente demanda dos devotos de São Francisco. Mestre Moisés foi o pedreiro responsável pela execução da obra, que lhe deu a aparência que possui atualmente (fora o Centro de Treinamento de Pastorais, Padre Antônio Fernandes Queiroga, inaugurado a 25/09/1999).
  
   Digno de nota foi o amor com que as mulheres da comunidade, sem medirem dificuldades, empenharam-se no laborioso trabalho da construção da capela, transportando telhas e tijolos para a sua edificação. (Dados colhidos de José Pires Maia,  conhecido como Pola).
      A fachada da capela é simples, tendo apenas uma torre, que é sineira, com alguns adornos, e encimada por uma cruz. Possui um portão de entrada e cinco portas laterais. Dispõe ainda, de quatro janelas, sendo duas de cada lado.
      O interior do templo é simples, mas harmonioso, com um altar-mor e dois laterais. Acima do altar-mor, fica um nicho que guarda a imagem de São Francisco das Chagas.
     Com o mesmo brilhantismo da festa da Padroeira da cidade, embora reunindo maior número de devotos, comemora-se a festa de São Francisco das Chagas no dia 4 de outubro de cada ano, conservando-se o mesmo brilho e o mesmo entusiasmo e a mesma fé dos primeiros tempos.
      Nesse dia, as ruas da cidade se povoam, quando para aqui convergem os habitantes das fazendas, dos distritos e dos municípios circunvizinhos, para, numa só massa humana, unidos pela força da fé, homenagearem o venerável São Francisco das Chagas. Pela manhã, é celebrada uma missa, na Igreja Matriz, havendo, logo depois, um leilão concorridíssimo, no Centro de Treinamento de Pastorais, Padre Antônio Fernandes Queiroga. À tarde, contando com o acompanhamento de milhares de pessoas, realiza-se a bela e tradicional procissão, percorrendo as principais artérias da cidade, indo terminar na Capela de São Francisco, o santo homenageado, onde é celebrada uma missa. À noite, para encerrar os festejos, realiza-se um baile, no Navarrense Clube, que se prolonga madrugada adentro.

       A 29/05/1957, por ocasião das missões que realizavam na Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, os padres Miguel e José ergueram, em frente da capela, um cruzeiro de madeira, com pedestal de alvenaria, encimado por um gracioso galo de metal, indicador dos ventos.
      Tempos depois, ao lado da capela, foi construído o Centro de Treinamento de Pastorais, Padre Antônio Fernandes Queiroga, inaugurado a 25/09/1999. Já no dia 17/2/2005, foi colocado, no jardim da capela, localizado no pátio, o busto do Padre Joaquim Cirilo de Sá.  
   Esta praça (foto à esquera) fica defronte da capela e foi construída no ano de l991 por Abel Dantas de Medeiros, prefeito à época, a qual passou por algumas reformas, em outras gestões, inclusive o  cruzeiro, que hoje é de ferro.                                                
   







      E, no dia 28/09/2006, foi erigida a estátua de São Francisco, na praça que tem seu nome.












 VÍDEOS 

UM OLHAR SOBRE SÃO JOÃO DE ONTEM












Um comentário:

  1. parabéns pelo trabalho Ruth. Como é bom saber que existem pessoas interessadas em preservar a rica e valorosa história de nossa gente.Um abraço carinhoso!!!

    ResponderExcluir